21/01/2011 12:00 am

CONSELHO DE SEGURANÇA DISCUTE SITUAÇÃO NO HAITI

CONSELHO DE SEGURANÇA DISCUTE SITUAÇÃO NO HAITI

Os 15 países-membros, incluindo Brasil e Portugal, devem ser informados sobre os desdobramentos do segundo turno das eleições presidenciais.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas se reúne, nesta quinta-feira, para analisar a situação no Haiti.

 

Os 15 países-membros do órgão, incluindo Brasil e Portugal, ouvirão um balanço sobre os trabalhos da Minustah, a Missão de Estabilização da ONU no país, e a situação política após o primeiro turno das eleições presidenciais.

Impasse

Segundo a mídia local, o Haiti estaria enfrentando um impasse político sobre a confirmação do 2º colocado na corrida. A ex-senadora e candidata da oposição, Mirlande Manigat está garantida na disputa após obter o maior número de votos no pleito de novembro.

A embaixadora do Brasil, Maria Luiza Ribeiro Viotti, disse à Rádio ONU que a definição das eleições é necessária para que o país volte a avançar.

“Uma vez concluído o processo eleitoral será possível então retomar a cooperação e focalizar, de novo, a atenção na reconstrução do país que é muito necessária. E o Brasil continua também muito empenhado em contribuir neste esforço de reconstrução tanto no plano bilateral com o Haiti como por intermédio das Nações Unidas”, explicou.

Na terça-feira, a polícia haitiana indiciou o ex-presidente Jean Claude-Duvalier, também conhecido como ‘Baby Doc’ por corrupção e enriquecimento ilícito. Ele voltou ao Haiti após anos de exílio, no domingo.

Acampamentos

A ilha caribenha, considerada uma das nações mais pobres do mundo, ainda luta com os efeitos do terremoto do ano passado. Pelo menos 800 mil pessoas estão vivendo em acampamentos.

Um surto de cólera, que começou em outubro, já matou mais de 3,7 mil pessoas e contaminou 170 mil.

O Banco Mundial ofereceu uma linha de crédito de US$ 15 milhões, equivalentes a cerca de R$ 25 milhões, para ajudar o país a combater a doença.

 

FONTE: http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/detail/190293.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br