6/04/2011 12:00 am

CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU DISCUTE AJUDA AO HAITI

Haiti volta a concentrar hoje a atenção do Conselho de Segurança, desta vez por uma iniciativa colombiana, que pretende acelerar a assistência internacional a esse país vítima de um violento terremoto em janeiro de 2010.

Esse órgão de Nações Unidas, encabeçado pela Colômbia durante o presente mês, dedica nesta quarta-feira uma sessão especial ao Haiti sob a presidência do mandatário colombiano, Juan Manuel Santos.

A iniciativa para retomar o caso haitiano responde ao desejo de Bogotá de apressar o cumprimento do compromisso assumido pela comunidade internacional a favor da nação antilhana, segundo declarou o embaixador de Colômbia ante a ONU, Néstor Osorio.

Na sessão do Conselho de Segurança participarão o presidente haitiano, René Preval, e os chanceleres da Argentina, Brasil, Cuba, Chile, República Dominicana, Haiti, Peru e Uruguai.

Também o ex mandatário norte-americano e enviado especial da ONU para o Haiti, Bill Clinton, e os titulares da Organização de Estados Americanos, José Miguel Insulza, e do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno, segundo se informou.

À12 de janeiro de 2010 o Haiti foi estremecido por um potente terremoto, que deixou mais de 300 mil mortos e 1,3 milhão de pessoas sem moradia, e, nove meses depois, por uma epidemia de cólera, que tem cobrado umas 4,7 mil vidas.

Em março do ano passado, uma conferência de doadores convocada pela ONU ouviu promessas de ajuda ao Haiti de US$ 5,3 bilhões em dois anos e de US$ 9,9 bilhões no decênio, cifras muito longínquas do recebido até agora pela nação antilhana.

Fonte: Prensa Latina

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=151217&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br