11/10/2011 12:00 am

Conam faz balanço sobre Jornada pela Reforma Urbana

A presidente Dilma Rousseff vai receber o Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU) na terça-feira (25). O encontro é fruto das atividades realizadas na semana passada, quando se comemorou a Semana Mundial dos Sem Teto. Cerca de cinco mil pessoas participaram da marcha pela Jornada pela Reforma Urbana ocorrida na terça-feira (4), em Brasília (DF).

Ao final da atividade nas ruas, uma comissão formada por representantes de movimentos de moradia, organizados no Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU), como Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam), Central de Movimentos Populares (CMP), Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), União Nacional Por Moradia Popular União (UNMP), foram recebidos pelo ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, e Ideli Salvatti, ministra de Relações Institucionais, que receberam a pauta de reivindicações das organizações.

Entre as pautas discutidas estava o programa federal Minha Casa Minha Vida, aumento dos recursos públicos para a habitação e aumento da participação popular nos processos decisórios relacionados às cidades.

Também estavam presentes o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, a secretária Nacional de Habitação, do Ministério das Cidades, Inês Magalhães; e representantes da secretaria do Patrimônio da União, Ministério do Planejamento, entre outros representantes de oito ministérios presentes.

Segundo relato dos movimentos, ficaram acertados na reunião os seguintes pontos: os movimentos indicarão um membro para fazer parte do Conselho, o governo vai elaborar uma minuta colocando os critérios de atendimento para as famílias que serão atingidas pelos projetos; será encaminhado a proposta do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano e a PEC 285; será discutido a melhor forma para não desfigurar o Projeto da Mobilidade aprovado no Congresso Nacional; a Caixa vai realizar seminários nas cinco regiões do Brasil, para capacitar e preparar os movimentos a ter acesso ao “Programa Compra da Terra Antecipada”; os seminários também terão o objetivo de popularizar o programa.

Com informações do Conam

 

FONTE:http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=166038&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br