28/08/2012 12:00 am

Começa hoje Caravana a Brasília da ANPG pela valorização da bolsa

Começa hoje Caravana a Brasília da ANPG pela valorização da bolsa

 

A partir desta terça-feira (28) até a quinta (30) será realizada a Caravana dos Pós-Graduandos a Brasília pela Valorização Permanente das Bolsas de Pesquisa. A iniciativa é da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG).

A caravana da ANPG reunirá pós-graduandos de todo o Brasil, para reivindicar uma bandeira histórica para o movimento nacional dos pós-graduandos: o estabelecimento de uma política permanente de valorização e isonomia das bolsas de pesquisa. A programação da caravana prevê atividades no Congresso Nacional, como a blitz na Câmara dos Deputados e no Senado Federal buscando agregar apoiadores à campanha dos estudantes pesquisadores. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, já confirmou que receberá os líderes estudantis. A direção da ANPG solicitou audiência com os presidentes da Capes e CNPq, Jorge Guimarães e Glaucius Oliva, respectivamente.

 

A ANPG representa os pós-graduandos de todo o País e está presente em importantes espaços como o Conselho Diretor do CNPq, o Conselho Superior e o Conselho Técnico-Científico da Capes, o Conselho Nacional de Saúde, o Conselho Nacional de Juventude e a Organização Caribenha e Latino Americana de Estudantes (OCLAE). É a 99ª entidade filiada à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e tem realizado uma campanha pela valorização das bolsas de pesquisa que mobiliza Associações de Pós-Graduandos (APGs) e pós-graduandos de todo o País.

 

Histórico

 

Na cena do Congresso da ANPG, a Capes e o CNPq anunciaram para agosto deste ano um reajuste de pouco mais de 10% nestes valores. As bolsas de mestrado passaram de R$1.200 para R$ 1.350 e as de doutorado de 1.800 para R$ 2.000. Segundo as duas agências de fomento um novo aumento de 10% acontecerá em janeiro de 2013.

 

O reajuste que a Associação Nacional de Pós Graduandos defendia era de 40% o que, no mínimo, atendia a meta indicada no Plano Nacional de Pós Graduação (PNPG) 2005-2010. Estamos em 2012 e bem distantes dessa meta. O que significa que a situação dos pós-graduandos bolsistas do nosso país está totalmente defasada frente à inflação e o consequente aumento no custo de vida. O movimento nacional de pós-graduandos reivindica de forma justa que o governo federal apresente uma política de valorização permanentes das bolsas de pesquisa.

 

Para Luana Bonone, presidenta da ANPG, há uma contradição entre a pretensão de desenvolvermos o Brasil plenamente e investirmos de forma insuficiente em ciência, tecnologia e inovação, principalmente em um momento em que tivemos corte de verbas no MCTI. “A valorização da pesquisa em nosso país passa, necessariamente, pela valorização do pós-graduando e esta não ocorrerá se não tivermos uma política de Estado que garanta que isso aconteça”, afirma.

 

A ANPG defende que existam mais recursos para pesquisa para garantir uma permanente valorização dos pós-graduandos e, consequentemente, um desenvolvimento pleno e soberano de nosso país.

 

Fonte: ANPG

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=192379&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br