25/01/2011 12:00 am

CLASSE EMPRESARIAL AVALIA POSITIVAMENTE ABERTURA DO ORÇAMENTO DO MA

CLASSE EMPRESARIAL AVALIA POSITIVAMENTE ABERTURA DO ORÇAMENTO DO MA

A classe empresarial maranhense recebeu de forma positiva a iniciativa do Governo do Estado em abrir o orçamento logo no início do exercício de 2011 (17 de janeiro), com a injeção de cerca de R$ 800 milhões na economia. Com o recurso financeiro disponível, os fornecedores receberão mais cedo o pagamento pelos serviços e bens prestados ao Executivo, quando nos últimos anos isso só ocorria a partir de março. A dotação orçamentária totaliza R$ 9,6 bilhões este ano, de acordo com dados da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan).

Para o presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Haroldo Cavalcanti Júnior, a abertura do orçamento estadual em janeiro é uma demonstração clara de que o governo tem preocupação em honrar seus compromissos com os fornecedores. “Antes, o governo demorava a abrir o orçamento e isso prejudicava os fornecedores. Agora, os pagamentos vão ser antecipados”, comparou.

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Maranhão (FCDL), Alberto Nogueira da Cruz, afirmou que a classe empresarial está satisfeita com a medida tomada pelo governo, que vem beneficiar os fornecedores locais. “Com isso, o empresário fica mais tranqüilo, não precisando esperar tanto tempo para receber pelos serviços prestados ao Estado”, pontuou.

Na visão do presidente da Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio), José Arteiro da Silva, além do fornecedor, a economia como um todo é beneficiada com os recursos do governo circulando mais cedo e o próprio Estado, que terá o retorno dos pagamentos efetuados em forma de arrecadação de tributos.

“É sempre positivo quando o governo decide abrir seu orçamento mais cedo. Com medidas como essa, acredito muito que a governadora Roseana Sarney vai fazer uma gestão exemplar, que irá ficar na história do Maranhão”, ressaltou José Arteiro da Silva.

Investimentos

Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, a disponibilidade de recursos logo no início do ano significa a retomada do andamento da máquina pública e implica em investimentos. O que é positivo não somente para os fornecedores, mas para a sociedade, que tem a garantia dos serviços e das ações governamentais.

O diretor-presidente do Grupo São Judas Tadeu, Moacir Fernandes, afirmou que a governadora Roseana Sarney surpreendeu mais uma vez o empresariado ao determinar a abertura do orçamento no último dia 17. “Foi muito acertada e positiva essa decisão da governadora, pois estávamos esperando que isso só viesse a acontecer em março”, assinalou.

O grupo São Judas Tadeu presta serviços ao Governo do Estado nas áreas de segurança armada, serviços gerais e agência de viagens, por meio das empresas Vip Vigilância, EME Serviços Gerais e Maratur Turismo Ltda.  

De acordo com o secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão, Fábio Gondim, com a abertura do orçamento já neste mês, o Governo do Estado propicia à administração pública e aos gestores melhor planejamento e, ao empresariado, receber seus pagamentos em dia. “Esse é um fato inédito, pois, geralmente, o orçamento é aberto após a realização do Carnaval, mas essa ação é necessária para que os trabalhos não fiquem parados”, declarou o secretário.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=13905



CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br