26/11/2010 12:00 am

CIMEIRA ÁFRICA/EUROPA: CABO VERDE QUER TIRAR PROVEITO DA REDISTRIBUIÇÃO DOS INVESTIMENTOS EUROPEUS E

CIMEIRA ÁFRICA/EUROPA: CABO VERDE QUER TIRAR PROVEITO DA REDISTRIBUIÇÃO DOS INVESTIMENTOS EUROPEUS EM ÁFRICA

O Presidente da República, Pedro Pires, e ministro dos Negócios Estrangeiros, José Brito, vão representar o país na Terceira Cimeira África/Europa, marcada para os dias 29 e 30 de Novembro em Tripoli, capital da Líbia. No total, são 80 países a participar da reunião da qual se espera, entre outros resultados, um reforço das relações entre os dois continentes a nível do desenvolvimento de acções concretas.

Falando aos jornalistas, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que Cabo Verde vai aproveitar esta cimeira para contactos a nível bilateral com alguns chefes de Estado e de Governo, e o país vai poder mostrar a sua experiência no relacionamento com a União Europeia e tentar tirar proveito da sua localização estratégica na redistribuição dos investimentos europeus em África.

“Cabo Verde poderá ter oportunidades a oferecer no quadro desta redinamização do investimento europeu em África, além dos financiamentos da Comissão da União Africana, em particular, em energia, onde Cabo Verde poderá tirar proveitos suplementares que Europa irá pôr a disposição de África”, disse José Brito. 

O ministro afirmou que África pode ser um bom mercado de escape para a Europa, neste momento de crise internacional. E, a Europa tem os meios tecnológicos e financeiros que podem servir ao desenvolvimento do continente africano. 

O chefe da diplomacia cabo-verdiana afirmou ainda que as cimeiras são oportunidades para se definir as estratégias de cooperação multilateral. Mas, José Brito afirmou que nem tudo é executado. “O que notamos é que há, nessas reuniões, promessas de financiamento, mas na prática a burocracia faz com que o desembolso e a realização efectiva fiquem sempre aquém das expectativas”, desabafou. 

Esta cimeira constitui assim uma oportunidade para se definir planos concretos para a implementação dos programas de investimento da União Europeia em África, definidos na Segunda Cimeira de Lisboa, em 2007.
Cabo Verde tem participado de todas as cimeiras África/Europa. Esteve presente no Cairo (2000) e em Lisboa (2007). No final da reunião de Tripoli, espera-se aprovar um plano de acção 2011-2013 e uma declaração da cimeira.

FONTE: http://www.expressodasilhas.sapo.cv/pt/noticias/go/cimeira-africa-europa–cabo-verde-quer-tirar-proveito-da-redistribuicao-dos-investimentos-europeus-em-africa

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br