18/11/2010 12:00 am

CHUVAS DESABRIGAM 1,3 MILHÃO NA COLÔMBIA

CHUVAS DESABRIGAM 1,3 MILHÃO NA COLÔMBIA

País enfrenta piores tempestades em 3 décadas, que mataram 136.
Capital, Bogotá, está em alerta.

Do G1, com agências internacionais

As piores chuvas das últimas três décadas na Colômbia já deixaram pelo menos 136 mortos, 205 feridos, 20 desaparecidos e 1,3 milhão de desabrigados, além de um alerta amarelo na capital Bogotá, segundo o último balanço oficial.

A Cruz Vermelha Colombiana (CRC) informou ainda que as chuvas alagaram povoados inteiros, além de terem provocado deslizamentos e emergências em 552 dos 1.100 municípios do país.

Também destruíram 1.700 casas, danificaram outras 200 mil e destruíram mais de 120 mil hectares de plantações.

pós mais de 48 horas de intensas precipitações, o prefeito de Bogotá, Samuel Moreno, decretou na noite de quarta-feira o alerta amarelo na cidade ao ativar 20 comitês locais de emergência e reforçar a vigilância em 84 pontos considerados críticos.

Desde 1973 a capital colombiana não registrava chuvas tão intensas como as dos últimos dias. Segundo o Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais da Colômbia (Ideam), o panorama deve perdurar até o fim de dezembro. As precipitações são provocadas pelo fenômeno La Niña, de esfriamento das águas do oceano Pacífico.

Enquanto o rio Bogotá alcançou na terça-feira 195 centímetros, o máximo registrado nos últimos 30 anos, o Ministério do Interior e Justiça, através da Direção de Gestão de Risco, alertou oshabitantes das zonas ribeirinhas sobre possíveis inundações.

FONTE: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/11/chuvas-desabrigam-13-milhao-na-colombia.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br