14/10/2011 12:00 am

Chile vive escalada repressiva, diz revista

O comportamento cada vez mais violento e descontrolado da força policial contra as manifestações sociais marca um ponto de inflexão na atitude do governo chileno, advertiu nesta sexta a revista Punto Final.


Em editorial intitulado “Piñera foi à guerra” a publicação chama a atenção em como a repressão frente aos protestos sociais se converteu na marca distintiva da administração chilena.

A revista dá como exemplo a atuação dos Carabineiros em 6 de outubro passado, quando os estudantes tentaram marchar pela Alameda e em outras cidades como Valparaíso e Concepción.

Na opinião de Punto Final, o rumo tomado pelo Executivo tem sido marcado possivelmente pelas correntes fascistoides que se refugiam no interior da coalizão oficialista integrada pelos partidos Renovação Nacional e União Democrata Independente.

A tradição repressiva da direita assoma outra vez, enfatiza o editorial.

A revista critica em particular a conduta do ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter, assim como o projeto de lei de manutenção da ordem pública em exame no Congresso.

Pretende-se punir as ocupações de colégios por estudantes adolescentes e transformar em crime toda expressão de descontentamento, denuncia Punto Final.

Para a revista, o objetivo de tal política é semear o terror e paralisar a indignação cidadã, receita da direita interessada em que perdure um modelo de dominação em crise, repudiado pela imensa maioria da população.

A revista expõe ainda como se produziu no Chile uma mudança de mentalidade muito profunda no calor do protesto social que impedirá que o povo se deixe amedrontar pelo atual cenário.

A unidade das organizações sociais e o entendimento em torno de objetivos que vão mais além da educação e que apontam para uma nova Constituição e uma reforma tributária, junto às mobilizações que se avizinham, demonstram o vigor do protesto social e da mudança revolucionária que esta provocou na consciência da nação, afirma a revista.

Prensa Latina

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=166308&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br