6/09/2012 12:00 am

Chile: Organização repudia ataque à sede do Partido Comunista

Chile: Organização repudia ataque à sede do Partido Comunista

 

As Juventudes Comunistas do Chile (Jota) denunciaram a presença de grupos políticos que se disfarçam como movimento estudantil para fazerem ações agressivas contra a esquerda e, em particular, contra o Partido Comunista.

 

Na última quarta-feira (5) centenas de pessoas “entre jovens e estudantes secundaristas e adultos sem identificação atacaram a sede do Partido Comunista Chileno com pedras, garrafas e paus numa atitude premeditadamente violenta”, realçou uma declaração da Jota.

A organização juvenil, que comemorou na véspera seu 80º aniversário, condenou o que aconteceu que derivou em oito militantes comunistas feridos.  “Esta atitude nos parece lamentável e absolutamente repudiável e injustificada, sobretudo, porque existem grupos políticos que se disfarçam de “movimento estudantil” para praticar estas alções sem identificar-se”, agregou a mensagem.

 

A Jota considerou que há um propósito também de desestabilizar o movimento estudantil ao apresentar como gestores e protagonistas da agressão ao movimento.

 

Segundo a imprensa local, estudantes secundaristas tentaram tomar várias sedes de partidos políticos em rechaço a aprovação pelo Congresso de um projeto de lei de reforma tributária.

 

Houve manifestações na União Democrática Independente e os partidos opositores Pela Democracia, Democracia Cristã, Socialista e Comunista.

 

Na última terça-feira (4) o Congresso chileno aprovou a reforma tributária impulsada pelo Governo. Se opuseram a iniciativa para a bancada do Partido Comunista Chileno e parlamentares dos partidos Socialista, Radical Social Democrata, Esquerda Cidadã e independentes.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=193110&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br