10/11/2010 12:00 am

CESTA BÁSICA TEM ACRÉSCIMO DE 3,1% EM OUTUBRO

CESTA BÁSICA TEM ACRÉSCIMO DE 3,1% EM OUTUBRO

A cesta básica em São Luís, em outubro deste ano, apresentou um acréscimo de 3,1% em relação ao mês de setembro. Desta vez incidiram na mudança o feijão e açúcar, produtos que apresentaram aumento de seus preços de 13,9% e 8,5%, respectivamente e que empurraram o valor da cesta para 175,68.

O presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos, Fernando Barreto, enumerou que tiveram alta em seus preços os produtos carne (4,5%), banana (4,3%), leite (3,9%), óleo (3,3%), manteiga (2,6%) e tomate (2,0%). “Mas, um produto continuou apresentando queda significativa, a farinha, com uma variação de -5,3%”, constatou.

Desta forma, Barreto quantifica que um trabalhador que ganha um salário mínimo por mês compromete 34,4% para aquisição dos doze produtos que compõem a cesta básica: carne, leite, feijão, arroz, farinha, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga.

Com base em uma jornada de 220 horas mensais, o trabalhador precisa laborar 75 horas e 47 minutos para a compra dos produtos da cesta básica, restando, portanto, 65,6% do seu vencimento para outros gastos como habitação, vestuário, transporte, higiene e lazer.

Em relação as 17 capitais em que o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) calcula o valor da cesta básica a constatação é que o preço dos alimentos continuam pressionando a infração pára cima.

Foi registrado aumento da cesta em Curitiba (5,78%), Goiânia (5,64%), Belo Horizonte (5,50%), São Paulo (5,27%), Rio de Janeiro (4,82%), Fortaleza (4,46%), Natal (4,09%), Belém (3,91%), Brasília (3,82%), Florianópolis (3,18%), João Pessoa (2,82%), Salvador (2,71%), Vitória (2,62%), Recife (1,79%), Porto Alegre (1,43%) e Manaus (0,23%). Apenas Aracaju registrou um decréscimo de -0,67%.       

Os valores da cesta foram São Paulo (R$ 253,79), Porto Alegre (R$ 247,21), Curitiba (R$ 231,96), Vitória (R$ 231,26), Florianópolis (R$ 230,85), Rio de Janeiro (R$ 230,13), Goiânia (R$ 229,93), Belo Horizonte (R$ 229,64), Manaus (R$ 229,28), Brasília (R$ 224,24), Belém (R$ 219,57), Salvador (R$ 205,18), Natal (R$ 200,97), Recife (R$ 195,64), Fortaleza (R$ 193,38), João Pessoa (R$ 186,34) e Aracaju R$ (172,40).

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=12671

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br