15/10/2012 12:00 am

Camponeses paraguaios exigem entrega de terras

Camponeses paraguaios exigem entrega de terras

 

Centenas de sem terras paraguaios com suas famílias se manifestam no departamento de Canindeyú, a cerca de 320 quilômetros da capital e deram 24 horas de prazo ao governo, ameaçando ocupar propriedades próximas caso não seja cumprida a entrega de terras.

 

Os camponeses reuniram-se na zona de Vila Ygatemi, decepcionados pelo não cumprimento por parte do ministro do Interior, Carmelo Caballero, que prometeu solucionar o problema em troca de abandonarem a fazenda ocupada por eles.

 

Gustavo Aquino, em nome dos camponeses, que vivem em barracos durante anos exigindo terras para se assentar, acaba de anunciar que eles vão esperar até terça-feira (16) o novo local para viver e trabalhar ou do contrario avançarão nas fazendas da região.

 

A resposta do governo tem que ser o atendimento da reivindicação, não pode ser de outra forma, pois o ministro Caballero prometeu e assinou um acordo conosco, disse Aquino.

 

Um problema adicional é que parte da terra reivindicada pelos camponeses, também é exigida pelos indígenas da etnia Ache, e sua entrada no lugar pode gerar um choque provocado pela falta de materialização do compromisso do governo.

 

Esta discrepância existe principalmente, em torno da fazenda 470, que, por irregularidades na concessão de terrenos, apresenta dupla titulação.

 

Além disso, para complicar as coisas, o empresário proprietário de uma das fazendas retirou sua proposta de vender as terras para o Instituto de Desenvolvimento Rural e da Terra, de modo que seja entregue aos camponeses.

 

Em suma, verificando a duplicação dos títulos, o governo decidiu não adquirir as terras, mas agora está à beira de um conflito, tanto com os agricultores como com os índios.

 

Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=196374&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br