5/04/2011 12:00 am

CAMPANHA DO DETRAN ALERTA PAIS SOBRE USO DA CADEIRINHA E CINTO DE SEGURANÇA

A equipe de educação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA) estará nas portas de escolas públicas e particulares de São Luís, a partir desta terça-feira (5),  para conscientizar pais e responsáveis sobre a importância do uso das cadeirinhas e cinto de segurança em veículos.

A lei que torna obrigatório o uso dos equipamentos de segurança começou a vigorar desde o fim do ano de 2010 e faz parte do projeto Trânsito Consciente do Detran-MA, cujo principal objetivo é alertar os pais sobre o uso correto dos equipamentos de segurança para crianças, como a cadeira tipo bebê conforto, a cadeirinha, o assento de elevação e o cinto de segurança. Cada equipamento é destinado a crianças da faixa etária de zero até sete anos e seis meses.

As crianças acima de sete anos e meio e estatura mínima de 1m e 45cm  já podem sentar no banco usando apenas o cinto de segurança, mas somente se estiverem no banco de trás do veículo. No banco da frente só e permitido o transporte de crianças maiores de 10 anos de idade. 

Abordagens

Serão realizadas, durante a manhã desta terça-feira (5), às 7h da manhã, ações na Escola Divina Providência, no Canto da Fabril, no centro da cidade, onde a equipe do Detran estará distribuindo material educativo e alertando os pais e responsáveis para o uso dos dispositivos de segurança.

A partir do 12h30 e às 17h, a equipe de educadores do Detran volta às ruas mais precisamente no Colégio Santa Teresa, no centro, onde também alertará os pais.

Nesta quarta-feira (6), às 12h, será a vez do Colégio Master, no João Paulo, ser abordado pelos educadores do Detran-MA. Às 17h, os educadores estarão no Colégio São Vicente de Paulo, também no João Paulo.

Essas operações do Detran também terão ações educativas e fiscalizadoras e terão o apoio da Polícia Militar e da Companhia de Policiamento Rodoviário Independente (CPRVind)  aos finais de semana, em locais ainda a serem definidos.

“A ação na escola é totalmente educativa e tem caráter preventivo de alertar os pais sobre o uso do cinto de segurança e dos dispositivos de segurança para o transporte de crianças menores de 10 anos”, enfatizou o coordenador de Educação para o Trânsito, Roberval Lopes.

Fiscalização

O condutor que for flagrado transportando criança de até sete anos e meio de idade fora do equipamento de segurança, será penalizado com multa gravíssima de R$ 191,54.

A obrigatoriedade do uso das cadeirinhas é uma determinação da Resolução nº 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que prevê a fiscalização desde setembro do ano passado.

“Estamos trabalhando na prevenção como forma de sensibilizar aos pais e responsáveis sobre os riscos de acidentes e a necessidade de obter os dispositivos. Não há preço para garantir a segurança das crianças nos veículos”, afirmou o diretor Geral do Detran-MA, Flávio Trindade Jerônimo.

Confira o tipo ideal de cadeirinha para cada idade

– Cadeira tipo bebê conforto

Do nascimento até um ano de idade, a criança deve ser transportada em acessórios que fixam o pescoço do bebê, mantendo o equilíbrio da criança. Deve ser instalado no sentido inverso da posição normal do banco do veículo, o que evita trancos em caso de freadas e colisões.

– Cadeirinha

Crianças de um ano até quatro anos de idade devem usar cadeira de segurança voltada para frente, na posição vertical, no banco de trás. As tiras da cadeira devem ser ajustadas para que fiquem confortáveis e ajustadas ao corpo da criança com uma folga de, no máximo, um dedo.

– Assento de elevação

As crianças com idade superior a quatro anos devem utilizar um assento de elevação preso no banco traseiro. O assento elevado vai permitir que ela tenha altura para poder usar o cinto de segurança de três pontos.

Além de adquirir o produto correto, de acordo com as indicações do fabricante, é essencial observar se o equipamento possui o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). A instalação correta também é essencial. Esse serviço geralmente é oferecido nas lojas onde os itens são adquiridos e os pais também podem buscar orientações no manual do produto.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=15442

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br