22/11/2010 12:00 am

CAMINHADA ENCERRA SEMANA DE MOBILIZAÇÃO CONTRA A DENGUE COM GRANDE AÇÃO NA LIBERDADE

CAMINHADA ENCERRA SEMANA DE MOBILIZAÇÃO CONTRA A DENGUE COM GRANDE AÇÃO NA LIBERDADE

Cerca de 100 agentes de endemias ligados ao Programa Municipal de Combate à Dengue realizaram uma caminhada na manhã deste sábado (20), na Liberdade, com direito a apitaço e distribuição de material educativo. O objetivo foi sensibilizar os moradores do bairro para a importância da prevenção e combate à dengue.

 

A ação, que contou com a presença do secretário municipal de Saúde, Gutemberg Araújo, marcou o encerramento da Semana Municipal de Combate à Dengue – realizada desde a última terça-feira, 16, pelo Comitê Municipal de Combate à Dengue, presidido pela Secretaria Municipal de Saúde. A concentração dos agentes aconteceu na UEB Mário Andreazza, no bairro.

 

Além da caminhada dos agentes de endemias pelas ruas da Liberdade, a ação foi marcada por visitas domiciliares e distribuição de material educativo. “Este evento é de extrema importância, na medida em que conscientiza a população para receber os agentes de endemias em suas casas, para que façam as inspeções necessárias nas mesmas,  visando erradicar possíveis criadouros do mosquito, além de permitir que a família receba o material educativo que alerta e informa sobre a doença”, destacou o secretário municipal de Saúde, Gutemberg Araújo. 

 

Na programação da ação, apresentações de teatro e exposição temática sobre a dengue deixaram os alunos da UEB Mário Andreazza bem mais informados sobre a doença. “Agora eu sei que a dengue pode matar, que a gente deve ficar atento para os sintomas e procurar o médico imediatamente a qualquer suspeita da doença”, contou a estudante do Ensino Fundamental, Luciane Brito, 12 anos.

 

Paralelo à ação da Semus e dos parceiros do Comitê Municipal de Combate à Dengue, a UEB Mário Andreazza recebeu a Caravana do Projeto Escola Aberta, da Secretaria Municipal de Educação. “Durante esta semana, os alunos da unidade prepararam material sobre a dengue para apresentar hoje. Foi muito válido e, com certeza, eles estão bem mais informados sobre a dengue, pois também tivemos palestras e vídeos a respeito da doença”, informou a diretora da escola, Ana Ruth Barros.

 

MobilizaçãoA Semus iniciou a Semana Nacional de Mobilização contra a Dengue na última terça-feira, 16. Na ação, equipes de campo do Programa Municipal de Combate à Dengue visitaram todos os sete Distritos Sanitários de São Luís – que compreendem as localidades do Centro, Itaqui-Bacanga, Coroadinho, Cohab, Bequimão, Tirirical e Vila Esperança.

 

Algumas localidades receberam atenção especial por estarem em áreas consideradas de risco por conta da grande infestação do mosquito e da ocorrência de casos da dengue. Nelas, ocorreram visitas domiciliares com uma vasta distribuição de material educativo e orientação à população sobre a prevenção e controle da dengue.

 

Estiveram na ação 484 equipes de agentes de endemias, incluindo supervisores gerais, supervisores de área e agentes de saúde. As Equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) também contribuíram, ajudando na informação de focos de mosquito e encaminhando pacientes para as unidades de saúde.

 

Além da Semus, o Comitê Municipal de Mobilização e Combate à Dengue inclui representantes de várias instituições, como as Secretárias de Obras e Serviços Públicos, de Educação e do Meio Ambiente de São Luís; Secretaria de Estado da Saúde, Caema, Anvisa, Defesa Civil do Estado, Corpo de Bombeiros, Sesc, Conselho Municipal de Saúde, entre outras.

 

 

Sintomas da Dengue

– Súbita febre alta;
– Dor de cabeça;
– Cansaço intenso;
– Falta de apetite;
– Dores musculares;
– Manchas vermelhas na pele;
– Vômito;
– Sangramento no nariz ou nas gengivas É fácil combater a dengue.

 

Dicas para prevenir a doença

– Não deixar água parada;

– Colocar terra ou areia nos pratos das plantas;

– Não deixar acumular sujeira nas calhas do telhado;
– Tampar caixas d´água, cisternas, barris…;
– Cobrir ou furar pneus;
– Virar de boca para baixo garrafas vazias;

– Lavar os reservatórios com água sanitária ou sabão neutro uma vez por semana;

– Manter o quintal livre de pneus, copos, latas e quaisquer recipientes que possam acumular água e facilitar a reprodução do mosquito;

– Evite jogar lixo próximo a bueiros. Se eles entupirem, poderão formar poças de água que facilitarão a proliferação do mosquito;

– Se for necessário manter recipientes com água para o abastecimento da casa, deixe-os muitos bem tampados, para evitar a entrada do mosquito.

FONTE: http://www.saoluis.ma.gov.br/frmNoticiaDetalhe.aspx?id_noticia=2722

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br