3/11/2010 12:00 am

BURACOS EM RUAS CAUSAM TRANSTORNOS NA CIDADE OPERÁRIA

BURACOS EM RUAS CAUSAM TRANSTORNOS NA CIDADE OPERÁRIA

Moradores colocaram um pedaço de madeira para sinalizar buraco com 50 cm de profundidade.

O Estado

SÃO LUÍS – Um buraco está causando transtornos para os moradores da avenida Leste, na Cidade Operária. Ele toma quase toda a avenida e, conforme os moradores da área, já causou a quebra de vários veículos.

 

Diante do problema, eles resolveram colocar um pedaço de pau no buraco, que tem cerca de 50 centímetros de profundidade, para alertar os condutores. O motorista de ônibus Antônio Luís de Jesus contou que constantemente os coletivos quebram por causa do problema. “O chato é que o motorista acaba sendo o responsável e tem de pagar o prejuízo”, resignou-se. Outros condutores, principalmente os de motocicletas, andam pela calçada para evitar o buraco.

 

O carroceiro Gilson Pinto Ferreira resumiu os transtornos. “Eu, com uma carroça, tenho dificuldades para passar pelo buraco. Imagine os que passam por aí de carro ou de ônibus”, ressaltou.

 

Centro

 

Na rua de Santana, dezenas de buracos estão prejudicando moradores, transeuntes e motoristas que trafegam diariamente pela via. Em três pontos críticos, os motoristas precisam ter atenção e um trabalho a mais para desviar das ondulações e dos buracos.

 

Segundo alguns moradores, o problema existe há pelo menos um ano, mas ficou mais grave nos últimos três meses. Na intercessão com a Rua Godofredo Viana, os moradores da área foram obrigados a colocar entulho em um buraco que fica ao lado de uma saída de esgoto, para atenuar o problema. “Se não fossem os moradores daqui, a situação estaria bem pior”, disse a empresária Irismar Cristina Pereira.

 

Nas proximidades da Igreja de Santana está o maior número de buracos e ondulações. É um trecho de aproximadamente 20 metros, no qual os motoristas são obrigados a fazer desvios para não quebrarem seus veículos. Em horário de pico, a situação é pior, porque os buracos deixam o trânsito lento. “Os motoristas são obrigados a passar pelos buracos, já que, em dias normais, eles

 

usam outra parte da via como estacionamento. É algo complicado”, comentou a comerciante Maria de Jesus da Silva. “Essa via está completamente abandonada. Faz tempo que o poder público não faz uma intervenção por aqui”, complementou a comerciante.

 

No canto das ruas de Santana e do Norte, ao lado da Praça da Alegria, um buraco também atrapalha motoristas. O perigo é ainda maior porque o defeito no asfalto é pouco percebido pelos condutores que trafegam na área.

 

O Estado não conseguiu manter contato com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) para tratar sobre esse assunto.

FONTE: http://imirante.globo.com/noticias/2010/11/03/pagina258297.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br