27/01/2011 12:00 am

BRASÍLIA (DF) : PRIMEIRA REUNIÃO ENTRE CENTRAIS E GOVERNO DILMA TERMINA SEM AVANÇOS

BRASÍLIA (DF) : PRIMEIRA REUNIÃO ENTRE CENTRAIS E GOVERNO DILMA TERMINA SEM AVANÇOS

A primeira reunião formal entre o governo Dilma e as centrais sindicais para discutir o aumento do salário mínimo terminou sem avanços.

Segundo o jornal o Globo; ficou acertada mais uma reunião, em 2 de fevereiro. O governo continua defendendo um mínimo de R$ 545, e as centrais não abrem mão de R$ 580. O aumento de 10% para aposentados não foi discutido. Mas o governo sinalizou com a possibilidade de reajuste de 4,5% na tabela do Imposto de Renda para pessoa física, abaixo dos 6,46% pedidos pelos sindicalistas.

A reunião foi coordenada pelo ministro da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho, que defendeu o acordo feito entre o governo Lula e as centrais em 2007, estabelecendo o reajuste do salário mínimo com base na inflação mais a variação do PIB de dois anos antes. Gilberto afirmou que a política de reajuste do governo garantiu ganho real para o mínimo de 62,4% entre dezembro de 2003 e dezembro de 2010: – Temos honra dessa política. No espírito do acordo de 2007, estamos propondo esse reajuste  que leva o mínimo a R$ 545, entendendo que se trata de um período em que o PIB de 2009 teve queda, mas já sabendo que o ano que vem temos uma previsão, baseada no PIB de 2010, de um importante aumento, que pode chegar a 12%, 13%. Reafirmamos a inconveniência de mexer nesse acordo.

Mas os sindicalistas continuaram defendendo a necessidade de um aumento maior, sob o argumento de que todos foram atingidos pela crise econômica de 2008. E querem uma reunião com Dilma Rousseff.

– O governo apresentou a proposta de continuar a política do salário mínimo, com compromisso de mantê-la até 2015, mas queremos uma excepcionalidade para 2011 – disse o presidente da CUT, Artur Henrique.

– Ninguém de nós esperava que tudo seria resolvido hoje (ontem) – afirmou o presidente da Força Sindical, deputado Paulinho da Força (PDT-SP).

 

FONTE: http://www.fsindical.org.br/portal/conteudo.php?id_con=10772

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br