1/02/2012 12:00 am

Bolívia: Construção de estrada divide indígenas do Tipnis

Bolívia: Construção de estrada divide indígenas do Tipnis

 

O impasse do governo boliviano com relação à construção de uma estrada que cortaria o Território Indígena e Parque Nacional Isiboro-Sécure (Tipnis) não terminou com a chamada “Lei Curta”, que decretou a intangibilidade do parque. Após os protestos de indígenas contrários à estrada, outro grupo, desta vez favorável à obra, quer rediscutir a questão.

 

Os líderes do Conselho Indígena do Sul (Conisul), favóraveis à construção, deram 48 horas para que representantes da Confederação de Povos Indígenas da Bolívia (Cidob), contrários à estrada, cheguem a La Paz para iniciar novos diálogos sobre a questão.

A marcha promovida pelo Conisul chegou a La Paz há dois dias com a intenção de reclamar a construção do trecho 2 da estrada entre Villa Tunari e San Ignacio de Moxos, no Tipnis, tendo que conseguir, para isso, a revogação da Lei Curta 180, que declara a intangibilidade do Tipnis.

 

Impasse

 

A Lei Curta foi aprovada em outubro passado, após a realização de uma marcha da Cidob até La Paz. Os representantes indígenas se reuniram com o presidente Evo Morales, com quem negociaram a suspensão das obras.

 

Até o momento, o Executivo e o Legislativo têm ressaltado a necessidade de que ambos grupos atinjam um acordo, como a melhor solução ao conflito, mas até agora não tem havido aproximação.

 

Com Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=174577&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br