28/01/2011 12:00 am

BNDES APROVA R$ 400 MILHÕES PARA A ARENA PERNAMBUCO

BNDES APROVA R$ 400 MILHÕES PARA A ARENA PERNAMBUCO

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento no valor de R$ 400 milhões para viabilizar a implantação da Arena Pernambuco, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O estádio, com capacidade para 46 mil espectadores, será construído na cidade de São Lourenço da Mata, região metropolitana do Recife.

Os recursos do BNDES correspondem a 75% do investimento total, conforme limite estabelecido pelo programa BNDES ProCopa Arenas. O prazo de construção está estimado em 30 meses. Uma vez concluído, o equipamento será dotado de assentos individuais, numerados e à prova de fogo, sinalização interna e externa trilíngue e sistema de monitoramento por câmeras.

O beneficiário do financiamento é o governo do estado. O projeto é uma PPP na modalidade Concessão Administrativa, para operação e manutenção da Arena por um período de 33 anos. A licitação foi vencida pelo consórcio Cidade da Copa, formado por empresas da Odebrecht S/A, que constituíram, por sua vez, a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Arena Pernambuco Negócios e Investimentos S/A.

O empreendimento será construído pela SPE com recursos próprios e financiamentos de instituições financeiras públicas e privadas. Após concluída a obra, o estado ressarcirá à SPE parte do montante investido na implantação da arena. Dada a estruturação da presente PPP, o financiamento do BNDES foi dividido em dois subcréditos: R$ 5,4 milhões para contratação de auditoria independente da execução físico-financeira das obras e R$ 394,6 milhões para o ressarcimento posterior à execução.

A previsão é que sejam gerados 1.500 empregos diretos e 7.500 indiretos na fase de construção, e 1.100 diretos e 3.300 indiretos na fase operacional. Estima-se também a criação de 3 mil postos de trabalho para execução de projeto imobiliário com cerca de 9 mil unidades residenciais e comerciais que a SPE executará, com recursos próprios, no entorno da Arena, compondo a chamada Cidade da Copa.


Balanço

O programa BNDES ProCopa Arenas, instituído pelo banco em janeiro de 2010 e que segue vigente até dezembro deste ano, recebeu, até o momento, seis pedidos de financiamento: Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso e Rio de Janeiro, além de Pernambuco.

Todos já foram aprovados e, dentre estes, quatro estão contratados: AM, BA, CE e MT. A contratação é a última etapa de um projeto no BNDES, a partir da qual pode ter início o cronograma de desembolsos. Os projetos do Rio de Janeiro e, agora, o de Pernambuco estão aprovados, em vias de contratação. 


Fonte: 
BNDES

 

FONTE: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2011/01/27/bndes-aprova-r-400-milhoes-para-a-arena-pernambuco

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br