15/06/2012 12:00 am

Bancários param 179 agências do HSBC em protesto contra demissões

Bancários param 179 agências do HSBC em protesto contra demissões

 

Bancários de todo país paralisaram na quinta-feira (14) 179 agências do HSBC para protestar contra as demissões, a política de rotatividade de mão de obra e a intransigência do banco inglês em negociar mais empregos para melhorar as condições de trabalho e o atendimento dos clientes.

Somente em Curitiba, onde fica a sede do banco no país, a categoria parou 27 agências da instituição financeira, além do Centro Administrativo Palácio Avenida. No Paraná, ao todo foram 42 agências fechadas.

Segundo a (Contraf-CUT), . “Foi um Dia Nacional de Luta em resposta à frustração dos bancários em todo país, pois não houve avanços na última negociação sobre emprego, remuneração e previdência complementar, ocorrida no último dia 4, em São Paulo”, afirmou Alan Patrício, secretário da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Assuntos Jurídicos da Contraf-CUT.

Os trabalhadores pedem o fim das demissões, a contratação de mais funcionários para melhorar as condições de trabalho e o atendimento aos clientes, o não desconto dos programas próprios de remuneração (PPR/PSV) na Participação nos Lucros e Resultados (PLR), a implantação de um plano de previdência complementar para todos os trabalhadores do banco e melhores condições de saúde e segurança.

Com informações e foto da Contraf-CUT

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=185910&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br