13/12/2010 12:00 am

AUSTRÁLIA TEME ATAQUE MILITAR DE ISRAEL CONTRA O IRÃ

AUSTRÁLIA TEME ATAQUE MILITAR DE ISRAEL CONTRA O IRÃ

 France Presse

SYDNEY, 13 dez 2010 (AFP) -Os serviços de inteligência australianos temem que Israel execute um ataque militar contra o Irã para destruir as instalações nucleares de Teerã, o que pode resultar em uma guerra nuclear, mostram telegramas diplomáticos dos Estados Unidos divulgados nesta segunda-feira.

Telegramas secretos da embaixada dos Estados Unidos em Canberra, repassados com exclusividade ao jornal Sydney Morning Herald pelo site WikiLeaks, revelam que funcionários do governo australianos abordaram o assunto com representantes de Washington diversas vezes.

“Uma das principais preocupações dos serviços de inteligência australianos (AIC) a respeito das ambições nucleares do Irã é o prazo para adquirir uma possível capacidade armamentista, e trabalham com os Estados Unidos para prevenir que Israel lance um ataque militar independente e sem coordenação contra o Irã”, afirma um documento diplomático enviado a Washington em março de 2009.

“Eles estão preocupados que a busca do Irã por capacidades nucleares possa levar a uma guerra convencional – ou até mesmo a um enfrentamento nuclear – no Oriente Médio, na qual os Estados Unidos se envolveriam, o que poderia levar a Austrália ao conflito”, completa a nota.

Outro telegrama enviado quatro meses antes informa sobre as preocupações australianas a respeito da “probabilidade de um ataque israelense contra as instalações nucleares iranianas”.

O telegramas vazados também revelam que as agências de inteligência consideram as ambições nucleares iranianas uma estratégia para dissuadir ataques estrangeiros e argumenta que seria um erro ver o Irã como um “Estado delinquente”.

A correspondência mostra que o governo australiano, tanto no período do ex-premier Kevin Rudd como no de sua sucessora Julia Gillard, apóia em geral Israel.

 

FONTE: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/12/australia-teme-ataque-militar-de-israel-contra-o-ira.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br