25/09/2012 12:00 am

Ato denuncia os incêndios nas favelas de São Paulo, nesta quarta- feira (26)

Ato denuncia os incêndios nas favelas de São Paulo, nesta quarta- feira (26)

Nesta quarta-feira (26), um protesto denuncia os incêndios que vêm ocorrendo em favelas na cidade de São Paulo. Será em frente à Câmara Municipal. A manifestação ocorrerá às 12h e contará com a presença de representantes de várias comunidades atingidas, e com o apoio de movimentos populares e sindicais. O membro da CSP-Conlutas Magno Carvalho irá participar e representará a Central.

 

A manifestação acontece no horário de mais uma reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Incêndios, que investiga causas e responsabilidades de incêndios ocorridos na capital paulista. Entretanto, desde que foi instaurada, há cinco meses, esta CPI não avançou na apuração deste fato cujo resultado tem sido e expulsão de forma cruel de milhares de famílias de suas moradias.

 

Somente em 2012, quase 40 incêndios atingiram favelas em São Paulo. Os governos do PSDB e PT nas esferas municipais e federal fecham os olhos para os mais pobres ao ignorar o sofrimento dessas famílias.

 

Essas comunidades encontram-se em regiões onde há plena valorização imobiliária, portanto, na mira de grandes empreendimentos por parte das construtoras e dos governos. Uma situação que levanta suspeitas de que essas ações são criminosas.

 

 O que ocorre na capital paulista segue a mesma lógica do que ocorreu em São José dos Campos (SP) onde milhares foram despejados de suas casas e, em sua maioria, continuam sem abrigo.

 

A criminalização da pobreza também é vista no assassinato desenfreado de jovens da periferia. 

 

Esses incêndios que se espalham nas comunidades de São Paulo e o assassinato de jovens negros nas periferias confirmam a política de higienização aplicada pelos governos do PSDB e PT contra os mais pobres.

 

Com informações do MTST

http://cspconlutas.org.br/2012/09/ato-denuncia-os-incendios-nas-favelas-de-sao-paulo-nesta-quarta-feira-26/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br