28/06/2010 12:00 am

APÓS AMEAÇA DE SINDICATO, USP PEDE PROTEÇÃO DA PM PARA CENTRO DE COMPUTAÇÃO

APÓS AMEAÇA DE SINDICATO, USP PEDE PROTEÇÃO DA PM PARA CENTRO DE COMPUTAÇÃO
Da Redação
Em São Paulo
A reitoria da USP (Universidade de São Paulo) pediu nesta segunda-feira (28) a proteção da PM (Polícia Militar) para o CCE (Centro de Computação Eletrônica). O pedido ocorreu devido às ameças feitas na semana passada pelo Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP) de invadir o centro, que controla os sistemas de informação acadêmica e administrativa da universidade.

Na última semana, os grevistas haviam decidido que, caso não houvesse negociação até a sexta-feira (25), o CCE seria bloqueado. A próxima reunião entre a universidade e os servidores está prevista para esta quarta-feira (30), às 9h, na Rua Itapeva, nº 26.

Segundo Magno de Carvalho, diretor do sindicato, o encontro desta 4ª será chave, pois a universidade só tem até esta sexta-feira para dar o reajuste. A partir do sábado (3), será proibido obter aumentos salariais devido à legislação eleitoral, que veda aumentos três meses antes das eleições.

Caso as reivindicações do Sintusp não sejam atendidas –reajuste de 5% e pagamento dos dias parados– os servidores prometem ocupar o CCE. “Se a negociação não avançar, o reitor estará nos chamando para o confronto”, diz Carvalho.

Creche central
Os grevistas fizeram um piquete na manhã desta 2ª em frente à creche central da instituição, fechando o local. Houve discussão entre pais e grevistas e a PM chegou a ser acionada. Segundo reportagem da Folha.com, um grupo de cerca de 25 funcionários chegou ao local por volta das 6h e fechou a entrada da creche com faixas e placas.

Com a chegada dos pais dos alunos, por volta das 7h30, houve discussão e um pai acabou acionando a PM. Ao todo, duas viaturas foram ao local, mas foram embora momentos depois. Os pais ainda insistiram para deixar os filhos na creche até por volta das 9h30, quando desistiram e deixaram o local.

FONTE: http://educacao.uol.com.br/ultnot/2010/06/28/apos-ameaca-de-sindicato-usp-pede-protecao-da-pm-para-centro-de-computacao.jhtm

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br