23/07/2010 12:00 am

AO SOM DE TAMBORES, COMEÇA O 6º ENCONTRO MINEIRO DAS CEBS

AO SOM DE TAMBORES, COMEÇA O 6º ENCONTRO MINEIRO DAS CEBS

Com informações das CEBs

Com o tema “Economia e Missão” e o lema “Construindo Uma Igreja Solidária”, as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) realizam o 6º Encontro Mineiro na cidade de Montes Claros, norte de Minas Gerais. Entre os dias 22 e 25 de julho, o evento receberá cerca de duas mil pessoas delegadas de 29 (arqui)dioceses, integrantes de organismos urbanos e rurais, organizações sociais, indígenas, afrodescendentes, geraizeiros, cantores populares, agricultores familiares, representantes de igrejas cristãs, movimentos civis, além de convidados e assessores.

No 6º Encontro Mineiro das CEBs, as comunidades vão refletir sobre cinco eixos temáticos: social, ecológico, econômico, eclesial e político, batizados com uma fruta característica do sertão norte-mineiro: macaúba, buriti, pequi, laranja e panã, respectivamente. Serão assessorados pelos sacerdotes Antônio Alvimar Sousa, Frei Gilvander Moreira, Nelito Dornelas e Cleto Caliman, além do leigo Pedro Ribeiro de Oliveira, sociólogo e responsável pelas análises de conjuntura da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Para o dia de hoje (23/7), está programada uma caminhada da Campanha Nacional contra a Violência e o Extermínio de Jovens. Entre os anos de 2005 e 2008 foram registrados 289 homicídios em Montes Claros. Somente o tráfico de drogas foi o responsável por 53 ocorrências (18,3%).

A coordenadora do encontro, Jociely Soares Ruas Madureira, comenta que a questão da juventude não se encerra nos dados de violência. “São muitas as mortes sofridas pela juventude diariamente. Quando falo de morte, não me refiro apenas à morte física e sim à ausência de políticas públicas específicas voltadas para este grupo. A falta de emprego, de educação, de lazer, etc são as maiores justificativas para as mortes físicas”, discorre Jociely.

Estudo

Sônia Gomes de Oliveira, da coordenação geral do encontro, considera que o 6º Encontro Mineiro será uma oportunidade das comunidades aprofundarem mais sobre as discussões feitas em Aparecida pelos (arce)bispos e reforçarem o papel das CEBs na animação da vida comunitária eclesial.

Na programação deste evento, que utilizará oito locais em Montes Claros, constam momentos celebrativos e reflexivos. As celebrações ressaltam a espiritualidade libertadora e encarnada das comunidades. Estas unem fé e vida. No segundo e terceiro dias, serão realizadas plenárias e oficinas a partir dos eixos temáticos, sempre baseados na proposta do consagrado método “Ver, Julgar e Agir”.

Além da participação do Arcebispo Metropolitano de Montes Claros, Dom José Alberto Moura, e do responsável pelas CEBs no Brasil, o Bispo Diocesano de Araçuaí (Vale do Jequitinhonha), Dom Frei Severino Clasen, estiveram presentes na cerimônia de abertura lideranças evangélicas, espíritas, rotarianos e de outras confissões religiosas e sociais estão convidadas para esta cerimônia de abertura, que começará com toques de tambores e encerrará com o conhecido som do berrante do poeta Jason Rodrigues de Moraes.

FONTE: http://www.mst.org.br/node/10306

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br