10/07/2012 12:00 am

ANS suspende 268 planos de saúde por descumprimento de prazo

ANS suspende 268 planos de saúde por descumprimento de prazo

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu nesta terça-feira 268 planos de saúde que não cumpriram prazos de atendimento estipulados na resolução normativa número 259, que entrou em vigor no final de dezembro. São produtos de 37 operadoras que não passaram em dois monitoramentos reiterados nos últimos seis meses. A lista de planos suspensos está no site da ANS. Porém, durante a tarde, a página da ANS apresentava dificuldade de acesso.

 

Eles terão três meses para adequar suas redes e melhorarem a qualidade do serviço – a agência distribuiu notas de um a quatro para os produtos conforme avaliação dos próprios beneficiários, sendo quatro a pior avaliação. Neste período, não poderão vender o plano para novos clientes.

 

“Os beneficiários atuais destes planos não serão atingidos. Não deve haver maior incômodo para eles, muito pelo contrário: o serviço vai melhorar enquanto o plano estiver se readequando para atender às exigências”, afirmou o diretor-presidente da ANS, Maurício Ceschin.

 

Confira os prazos máximos para marcação de consulta de cada especialidade:

 

1. Consulta básica (pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia): em até sete dias úteis;

 

2. Consulta nas demais especialidades médicas: em até 14 dias úteis;

 

3. Consulta/sessão com fonoaudiólogo: em até dez dias úteis;

 

4. Consulta/sessão com nutricionista: em até dez dias úteis;

 

5. Consulta/sessão com psicólogo: em até dez dias úteis;

 

6. Consulta/sessão com terapeuta ocupacional: em até dez dias úteis;

 

7. Consulta/sessão com fisioterapeuta: em até dez dias úteis;

 

8. Consulta e procedimentos realizados em consultório/clínica com cirurgião-dentista: em até sete

dias úteis;

 

9. Serviços de diagnóstico por laboratório de análises clínicas em regime ambulatorial: em até três dias úteis;

 

10. Demais serviços de diagnóstico e terapia em regime ambulatorial: em até dez dias úteis;

 

11. Procedimentos de alta complexidade – PAC: em até 21 dias úteis;

 

12. Atendimento em regime de hospital-dia: em até dez dias úteis;

 

13. Atendimento em regime de internação eletiva: em até 21 dias úteis.

 

Fonte: Terra

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=188160&id_secao=10

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br