14/09/2010 12:00 am

ANCHIETA/ES: QUEM PAGA O PREÇO DO DESENVOLVIMENTO DA VALE?

ANCHIETA/ES: QUEM PAGA O PREÇO DO DESENVOLVIMENTO DA VALE?

Em Anchieta, a Vale quer produzir 5 milhões de toneladas de ferro por ano, e para isso tenta retirar da região as famílias descendentes de indígenas que vivem na Chapada do A e na comunidade de  Monteiro. As investidas vão desde visitas surpresas de técnicos contratados pela empresa para convencer os moradores, a afirmações de que os moradores terão que sair ou serão expulsos pelo empreendimento.

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) marcou para o próximo dia 16 o início dos debates sobre a implantação da Companhia Siderúrgica de Ubu (CSU), em Anchieta. Ao todo, serão realizadas três audiências públicas, uma em Anchieta, outra em Piúma e a terceira em Guarapari, no sul do Estado.

Segundo o órgão, a audiência pública tem a finalidade de divulgar e discutir o projeto de construção da CSU, assim como seus impactos e as alternativas tecnológicas e locacionais para sua implantação.

Para que a população conheça os detalhes do empreendimento, o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) está disponível na sede do órgão, em Cariacica, e no site www.iema.es.gov.br

Entre outros impactos também consta o aumento de cerca de 9,7 milhões de toneladas de CO² por ano no ar. A quantidade de emissões equivale a mais da metade das emissões de dióxido de carbono lançadas pela Vale em todo o mundo, segundo os dados do seu inventário. Ao todo, a Vale lança 16,86 milhões de toneladas de CO2 por ano no mundo.

Para efetivar seu empreendimento, a Vale já possui mais de 78km² do município, mas a intenção é comprar também os bairros de Chapada do A e Monteiro. Só que as comunidades se recusam a deixar a região.

Além de Anchieta, também serão realizadas audiências públicas em Guarapari no dia 20 de setembro, no Guará Centro de Eventos; em Piúma, no dia 22 de setembro, no Kahlûa Eventos, no bairro Monteira Aghá II. Em Anchieta, a audiência pública será realizada no pavilhão de ensino tecnológico e cultural de Anchieta (Senai). Todas as audiências serão iniciadas às 19h e finalizadas às 22h.

Fonte: Século Diário, por Flávia Bernardes, 09.09.10

FONTE: http://www.justicanostrilhos.org/nota/523

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br