16/07/2010 12:00 am

AMBIENTALISTAS APRESENTAM ESTUDO COM ALTERNATIVAS PARA A RECICLAGEM DO LIXO EM CUIABÁ

AMBIENTALISTAS APRESENTAM ESTUDO COM ALTERNATIVAS PARA A RECICLAGEM DO LIXO EM CUIABÁ

Atualmente Cuiabá convive com um sério problema: a gestão do lixo. Se não bastassem as sérias deficiências apresentadas pela empresa Qualix que realiza a coleta e a destinação do lixo há também a situação precária do aterro sanitário, com área cada vez mais restrita para a disposição do lixo, levando inclusive o município a propor novas áreas para esta destinação final. Quando se pensa que a gestão da redução do lixo que poderia ser uma alternativa viável para a solução de tais problemas, através da coleta seletiva e da reciclagem, infelizmente, não se vê uma política pública consistente, apenas ações isoladas por parte de algumas cooperativas e associações que trabalham com a reciclagem.

Diante dessa situação, e com o objetivo de subsidiar o poder público para enfrentar tal problemática, os ambientalistas Eduardo Figueiredo e Roberto Naime elaboram um projeto de pesquisa sobre a viabilidade do potencial da reciclagem em Cuiabá, que publicamos em anexo.


Este trabalho realiza um diagnóstico da situação atual da reciclagem no aterro sanitário do município de Cuiabá e executa, a partir destes dados, uma avaliação do potencial de reciclagem dos resíduos sólidos urbanos domiciliares (RSUD).Tendo por base os dados do relatório de gestão de 2008 da cooperativa dos trabalhadores e produtores de materiais recicláveis de Mato Grosso Ltda (COOPEMAR), demonstram quais são os principais itens passíveis de reciclagem. Inicialmente é realizada a contextualização dos materiais recicláveis e depois uma exposição da situação do gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos domiciliares em todo o Estado do Mato Grosso. O estudo exibe as condições de trabalho que a cooperativa encontra no aterro sanitário de Cuiabá. A seguir, são apresentados os dados obtidos com a compilação do relatório de gestão da cooperativa dos trabalhadores e produtores de materiais recicláveis de Mato Grosso.

Posteriormente, com base em informações obtidas no aterro sanitário e nas referências bibliográficas é realizada uma projeção do potencial de recicláveis do município em estudo. Finalizando, são feitas observações sobre inserção da questão dos resíduos sólidos no contexto do desenvolvimento sustentável e sobre a importância sócio-ambiental que a reciclagem representa para todos os atores envolvidos no processo e para a própria economia ambiental do mundo.

Eduardo Figueiredo Abreu é Analista Ambiental, ex-Secretário Adjunto de Meio Ambiente de Cuiabá, Mestrando em Ciências Ambientais

Roberto Naime é Doutor em Resíduos Sólidos, Professor Titular da FEEVALE, Coordenador do curso de mestrado e doutorado em qualidade ambiental, Novo Hamburgo, RS.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E CONFIRA O DIAGNÓSTICO DOS AMBIENTALISTAS EDUARDO FIGUEIREDO E ROBERTO NAIME SOBRE A RECICLAGEM DO LIXO EM CUIABÁ
http://www.scribd.com/doc/34338857/PAGINA-DO-E-Avaliacao-Do-Potencial-Da-Reciclagem-Em-Cuiaba

Notícia do Blog do Enock, republicada pelo EcoDebate, 16/07/2010

FONTE: http://www.ecodebate.com.br/2010/07/16/ambientalistas-apresentam-estudo-com-alternativas-para-a-reciclagem-do-lixo-em-cuiaba/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br