15/04/2011 12:00 am

AGED PROMOVE AÇÃO DE COMBATE À RAIVA HUMANA EM TURIAÇU

Para mostrar a importância da prevenção à raiva humana, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), desenvolveu, nos povoados de São Francisco, Santo Antônio, Antônio Dino e Mutuóca, no município de Turiaçu, o Projeto Fazendo Educação. O programa, que envolve 250 crianças, é voltado para alunos da 3ª a 5ª séries, de quatro escolas da zona rural.

Utilizando os meios de comunicação, apresentação de espetáculos teatrais e ministrando palestras, uma equipe da Aged abordou temas como a prevenção a ataques dos mamíferos transmissores da doença, primeiros cuidados no caso de ataque de morcegos a humanos e captura de animais, que deve ser feita apenas por agentes especializados e treinados.

Participaram do Fazendo Educação, um projeto desenvolvido pela Coordenadoria de Educação Sanitária da Aged, em parceria com a Prefeitura Municipal de Turiaçu, na Baixada Maranhense, a fiscal de Defesa Animal, Daniela Povoas Rios; a comunicóloga Ana Miculis; a secretária da Coordenadoria de Educação Sanitária e Comunicação, Rosa Cutrim; e o auxiliar de campo Wallas Passos.

“O projeto “fazendo Educação” nos povoados de Turiaçu foi muito importante porque neste município ocorreram no ano de 2005, 17 mortes de pessoas vítimas de sugadura de morcego hematófago (animal que se alimenta de sangue), um dos principais transmissores da raiva humana”, explicou a fiscal Daniela Povoas Rios.

Raiva humana

O vírus da raiva é transmitido por mordidas e arranhaduras de mamíferos contaminados. Na maioria dos casos a transmissão ocorre por meio de cães e gatos. Porém, vários outros mamíferos podem transmitir a doença, entre eles os morcegos hematófagos.

Segundo a fiscal de Defesa Animal e coordenadora da Educação Sanitária, Fernanda Albuquerque, a educação sanitária é importante em qualquer programa da Aged. “O setor é responsável por promover mudanças de conhecimento, atitudes e comportamento nas pessoas, frente a qualquer problema sanitário. E o Projeto Fazendo Educação é muito importante nesse contexto, pois ensina as crianças a se tornarem cidadãos esclarecidos e devidamente educados”, ressaltou Fernanda Albuquerque.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=15653

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br