11/09/2012 12:00 am

Ações do Iterma fortalece comunidades quilombolas na Baixada Maranhense

Ações do Iterma fortalece comunidades quilombolas na Baixada Maranhense

O Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), vai realizar o cadastro ocupacional de famílias (diagnóstico social, econômico, cultural e político) e demarcação, para titulação definitiva de áreas de comunidades quilombolas da Baixada Maranhense. O trabalho, que terá início nesta quarta-feira (12) e se estende até o dia 26, vai beneficiar cerca de duas mil pessoas.

 

As comunidades quilombolas beneficiadas são: Palmeirazinho, Santa Isabel, Curral de Varas, Os Paulos, Palestina, Cutia II e Coração de Mãe (município de Matinha) e Campinho do Biné (Viana). O objetivo é preparar as comunidades para receber as certificações de áreas quilombolas, que será oficializada pela Fundação Cultural Palmares.

 

A equipe do Iterma será coordenada pelo engenheiro agrônomo Raimundo Nonato Batalha, que estará acompanhado pela representante regional da Fundação Palmares, Ana Amélia Mafra.

 

De acordo com o presidente do Iterma, Luís Alfredo Soares da Fonseca, o instituto trabalha com 85 comunidades, sendo 13 somente em Matinha. “Para 2012/2013, a nossa meta é titular no mínimo 23 comunidades e concluir todo esse trabalho até 2015”, disse.

 

Recentemente, 255 famílias das comunidades Graça, Jacuíca, Cutia I, São Filipe, São José do Bruno e Faixa, de Matinha, receberam os Títulos de Domínios, em solenidade realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

 

Os representantes dessas comunidades receberam a documentação que oficializa a posse de suas terras das mãos dos secretários de Estado Luís Fernando Silva (Casa Civil), Fernando Fialho (Sedes), Hildo Rocha (Articulação Política) e do diretor de Recursos Fundiários do Iterma, Luiz Augusto Martins.

 

“Estamos comprovando o compromisso do Governo do Estado com o agricultor familiar. Com o título da posse da terra vocês podem ter acesso a inúmeros benefícios como o crédito”, afirmou Luís Fernando Silva ao relembrar que a governadora Roseana Sarney fez o maior programa de reforma agrária do Brasil com o assentamento de 250 mil famílias no seu primeiro mandato de governo.

 

Exposição

 

O Iterma participou da Expoema/2012, em conjunto com a Sedes e Agerp. No estande foi apresentado o aparelho de GPS (Sistema de Posicionamento Global) e repassadas informações sobre regularização de terras, áreas de assentamento, reestruturação e funcionamento do Instituto, aos visitantes, pelos servidores do órgão de terras.

 http://www.oimparcial.com.br/app/noticia/urbano/2012/09/11/interna_urbano,122566/acoes-do-iterma-fortalece-comunidades-quilombolas-na-baixada-maranhense.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br