11/01/2011 12:00 am

A CHINA SE OPÕE À VENDA DE ARMAS DOS EUA A TAIWAN

A CHINA SE OPÕE À VENDA DE ARMAS DOS EUA A TAIWAN

A oposição à venda de armas americanas a Taiwan sempre fez parte da política chinesa, declarou nesta segunda-feira em Pequim Liang Guanglie, ministre da Defesa da República Popular da China.

A venda de armas americanas a Taiwan, parte inalienável da China, “compromete os interesses fundamentais da China”, sublinhou Liang em resposta a uma questão sobre as eventuais conseqüências para as relações militares sino-americanas, em decorrência da venda de armas americanas a Taiwan.

As observações do ministro chinês foram feitas durante uma coletiva à imprensa conjunta com o secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates.

“Nós não queremos que essa situação se repita, não queremos que a venda de armas americanas a Taiwan crie mais problemas às relações entre a China e os Estados Unidos e entre as forças armadas dos dois países”, agregou o ministro chinês.

Em janeiro de 2010, os Etats-Unis decidiram vender armas a Taiwan no valor de 6,4 bilhões de dólares, o que provocou a suspensão de alguns programas de intercâmbios militares entre a China e os Estados Unidos e o adiamento da visita de Robert Gates à China, que só se concretizou agora, quase um ano depois.

Fonte: China Daily, edição em francês

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=145181&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br