20/01/2011 12:00 am

21/01/2011 – BAHIA SE MOBILIZA PARA ATO CULTURAL CONTRA INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

BAHIA SE MOBILIZA PARA ATO CULTURAL CONTRA INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa será marcado por ato cultural e religioso em Salbador (BA). A data é definida por lei federal e no dia 21 de janeiro é comemorado também o Dia Mundial da Religião. A data foi escolhida em homenagem a uma líder religiosa soteropolitana, Mãe Gilda, que faleceu em 2004. 

O “Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa”, instituído pela Lei Federal 11.635/2007, sancionada em dezembro de 2007, busca constituir um momento de reflexão sobre as diferentes opiniões referentes a todo tipo de intolerância e discriminação por questões religiosas no Brasil.

Na Bahia, a data será comemorada e marcada como um dia de luta por cerca de 20 entidades ligadas à luta pelos direitos humanos e organizações de cunho religioso. Cultural, o ato será aberto com o Hino Nacional tocado ao som do berimbau. Em seguida, será lido um texto que contextualiza o Dia Nacional no atual momento. Antes das diversas apresentações artísticas, com vários percussionistas, além de violonistas, pianistas e cantores, será feito um minuto de silêncio em solidariedade às vítimas da tragédia ocorrida no Rio de Janeiro por consequência das fortes chuvas sobre a região serrana do estado.

Doações

Além do sinal de respeito, haverá também uma ação concreta de solidariedade: as entidades organizadoras receberão doações de alimentos não perecíveis e materiais de higiene, que serão enviados às vitimas das enchentes.

Será procedida, ainda, a leitura de trechos da Cartilha Direitos Humanos e Diversidade Religiosa, produzida pela Secretaria de Direitos Humanos (SDH) e o encerramento do ato será com um ato inter-religioso, momento em que representantes de religiões, tradições, grupos espiritualistas, ordens e religiosos oferecem uma oração, canto ou mensagem.

A data faz referencia à morte da líder religiosa de Mãe Gilda (21 de janeiro). Em 2004 um projeto da vereadora Olívia Santana (PCdoB) instituiu o dia que marca o combate à intolerância na cidade de Salvador (BA). Com base neste projeto, o deputado federal Daniel Almeida, do mesmo partido, propôs medida semelhante para o âmbito nacional, que resultou na Lei 11.635, de 27 de dezembro de 2007 instituindo o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa.

Este dia vem fortalecer no campo prático, as garantias constitucionais e os acordos e declarações internacionais, subscritos pelo Brasil, relativas ao respeito à liberdade religiosa e de crença em nosso país, resguardando a laicidade do Estado.

Da redação, Luana Bonone

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=145778&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br