10/11/2010 12:00 am

16 A 20/NOV´2010 – PROFISSIONAIS DA SAÚDE DO AMAPÁ PARTICIPAM DA OFICINA AMAMENTA BRASIL

PROFISSIONAIS DA SAÚDE DO AMAPÁ PARTICIPAM DA OFICINA AMAMENTA BRASIL

MACAPÁ – A Secretaria de Saúde do Estado vai realizar, de 16 a 20 de novembro, a primeira oficina da Rede Amamenta Brasil. O objetivo é capacitar profissionais da rede básica de saúde para melhor atender mulheres grávidas do pré-natal ao nascimento do bebê. 

A capacitação vai ocorrer no Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, no Centro, das 8h às 12h e das 14h às 18 horas. A iniciativa é do Governo do Amapá em parceria com o Ministério da Saúde. A enfermeira obstetra Andrea de Nazaré Marvão, coordenadora da Rede Amamenta Amapá, ressaltou que 28 profissionais que atuam nos Centros de Saúde Municipal de Macapá e Santana serão capacitados durante a oficina.

“A meta é alcançar um atendimento de excelência as parturientes que necessitarem dos serviços da rede básica de saúde”.

Oficina

Pelo Ministério da Saúde a oficina será ministrada pelos técnicos Eunice Beget, Gilmara Silva e Arlete Bernine e pela Secretaria da Saúde Andrea Marvão, Tânia Vilhena, Deise Cantuária e Balbina Picanço. 

Andrea Marvão garante que a partir deste treinamento as expectativas do Amapá de melhorar os índices de aleitamento materno são as melhores possíveis. Para ela, os atendimentos preliminares nos centros de saúde são fundamentais para que a parturiente receba atenção redobrada durante sua gravidez. 

A iniciativa faz parte das ações que foram acertadas durante a assinatura do Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil, assinado pelo Ministério da Saúde e Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. Hoje o Amapá aposta em atendimento humanizado que envolve capacitação de profissionais da área de saúde, qualificação, adequação e melhoria do atendimento dispensado as parturientes do Hospital Estadual da Mulher Mãe Luzia. 

Paralelo a oficina os profissionais da rede básica de saúde também vão participar de um treinamento prático nos sete Centros de Saúde de Macapá e em cinco centros de Santana. 

Conforme a coordenadora Estadual do Programa Saúde da Criança, Eliseli Moreira, a qualificação desses profissionais será fundamental para a garantia de um maior envolvimento e compromisso pela redução de mortes de recém-nascidos e pela garantia de uma melhor qualidade de vida tanto para o bebê, quanto para a mãe. (JK)

FONTE: http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=114751

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br