15/12/2010 12:00 am

14 A 21/12/2010 – COMEÇA A SEMANA DE MOBILIZAÇÃO NACIONAL PARA DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

COMEÇA A SEMANA DE MOBILIZAÇÃO NACIONAL PARA DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

Da Agência Brasil

Brasília – A Semana de Mobilização Nacional de para Doação de Medula Óssea começou hoje (14) e vai até a próxima terça-feira (21). Em Brasília, uma unidade móvel do Hemocentro ficará nesta terça-feira e amanhã (15) na Câmara dos Deputados para coletar sangue e cadastrar doadores voluntários de medula óssea.

A campanha de doação de medula óssea foi criada pela Lei Pietro, de autoria do deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS). No segundo ano de vigência, a Lei Pietro tem o objetivo de aumentar o número de doadores voluntários cadastrados no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

A lei foi sancionada no dia 22 de abril de 2009 e prevê que anualmente, de 14 a 21 de dezembro, sejam desenvolvidas atividades de esclarecimento e incentivo à doação de medula óssea. Nos últimos 12 meses 700 mil brasileiros se cadastraram como doadores.

Hoje, o Brasil registra cerca de 10 mil novos casos de leucemia – doença que na maioria das vezes somente pode ser vencida por meio de transplante. Pietro, filho do deputado Beto Albuquerque, morreu no dia 3 de fevereiro de 2009, depois de 14 meses de luta contra uma leucemia mielóide aguda. Essa batalha levou o parlamentar a propor a criação desta semana, projeto que foi aprovado pela Câmara e pelo Senado e logo sancionado pelo presidente Lula.

De acordo com a diretora presidente do Hemocentro de Brasília, Maria de Fátima Brito Portela, a campanha é importante para conscientizar a população. “Esse tipo de mobilização é importante. A semana alerta as pessoas para a necessidade de ajudar o próximo.”

Segundo ela, unidades de coletas como a que foi instalada na Câmara também estão sendo usadas em outras cidades durante a Semana Nacional para Doação de Medula Óssea. Para ser doador, a pessoa precisa ter entre 18 e 55 anos e estar em bom estado de saúde. Para se cadastrar basta levar documento de identidade e preencher o formulário, quando serão colhidos 5 ml de sangue para o teste de compatibilidade (HLA).

Edição: João Carlos Rodrigues

 

FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/ultimasnoticias?p_p_id=56&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_56_groupId=19523&_56_articleId=1121493

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br